LiveZilla Live Help
Chapecó (49) 3319.5500 São Miguel do Oeste (49) 3631.7200
Quarta-feira, 23 de Outubro de 2013 12h10
MAN Latin America confirma investimentos e vende primeiros caminhões para renovação de frota do RJ

A MAN Latin America, seguirá investindo mais de R$ 1 bilhão no Estado do Rio de Janeiro no período entre 2012 e 2016.

A MAN Latin America, fabricante dos caminhões e ônibus Volkswagen e MAN, seguirá investindo mais de R$ 1 bilhão no Estado do Rio de Janeiro no período entre 2012 e 2016. O ciclo de investimentos foi confirmado pelo presidente Roberto Cortes ao governador Sérgio Cabral Filho durante cerimônia realizada hoje (23/10) na fábrica da montadora em Resende (RJ).

Juntos, Cortes e Cabral assinaram um acordo que assegura incentivos fiscais e financiamentos com taxas atrativas para o desenvolvimento de novos produtos e ampliação da capacidade produtiva em Resende nos próximos anos. Nos anos de 2012 e 2013, a MAN Latin America já investiu R$ 500 milhões com essa finalidade.

“O Governo do Rio de Janeiro é mais uma vez nosso parceiro, agora nesse período de novos investimentos em Resende. É uma sequência a outro ciclo de igual valor que realizamos entre 2008 e 2011, e aumentará a geração de renda que promovemos na região desde novembro de 1996, quando inauguramos nossa fábrica no estado”, disse Cortes.

Na mesma ocasião, a empresa de logística e transportes JSL e o Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística do Rio de Janeiro (Sindicarga) anunciaram a compra de cem caminhões cada um, dentro do recém-criado Programa de Incentivo à Renovação, Modernização e Sustentabilidade da Frota de Caminhões do Estado do Rio de Janeiro.

Renovação de frota

O  Programa de Incentivo à Renovação, Modernização e Sustentabilidade da Frota de Caminhões do Estado do Rio de Janeiro pretende renovar, em pelo menos 30%, em cinco anos, a frota de caminhões do estado. O Rio tem frota de 137 mil caminhões com idade média de 17,1 anos, embora mais da metade desses veículos rode há duas décadas. O objetivo do programa é reduzir a idade média para 12 anos até 2018. Para isso, o governo estimulará com incentivos fiscais a destruição de 40 mil caminhões, cerca de um terço da frota registrada no estado. Esses veículos deverão ser transformados em sucata nas recicladoras credenciadas – as siderúrgicas Gerdau e Votorantim.

Ao dar fim ao caminhão antigo, o caminhoneiro autônomo ou frotista obterá um "certificado de destruição" que o habilitará a comprar, em concessionárias e fabricantes de caminhões do Rio, um veículo novo com isenção de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O valor de face do certificado não poderá ser inferior a 7,8% do valor do caminhão novo.

O proprietário do veículo também terá o direito a utilizar um crédito, equivalente aos 12% do valor do caminhão novo, para abater, em 48 parcelas, o ICMS a ser pago sobre as atividades do caminhão no estado.

COBERTURA FOTOGRÁFICA
Fotos do evento disponíveis no link abaixo:
http://www.malagrine.com.br/bancoimagens.asp
login: frota
senha: manla

Fonte

Comunicação
MAN Latin America

Telefones:

(11) 5582-5335 / 5340 - São Paulo (SP)

(24) 3381-1063 / 1328 - Resende (RJ)

E-mail: comunicacao@man.eu

 


   



© Copyright 2011 - LF Caminhões
Rua Plínio Arlindo de Naes, 4100-D
Bairro Belvedere
Chapecó - Santa Catarina
Fone: (49) 3319-5500
Desenvolvido por